quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Fazer a diferença

Hoje pela manhã eu estava ouvindo a CBN (na contramão do jornalismo badarósca que citei no post de ontem) e escutei uma reportagem que achei muito interessante.

Um garoto, morador de uma das tantas favelas que existem na cidade de São Paulo, estava insatisfeito com o ensino que estava recebendo na escola estadual que freqüentava próximo a sua comunidade. Sendo assim o garoto enviou e-mails para várias escolas, todas particular, solicitando uma bolsa de estudos.
A escola que respondeu e cedeu a bolsa ao garoto foi a já conhecida dos paulistanos Augusto Laranja.
Para freqüentar essa escola o garoto passou a acordar todos os dias as 04:00, pegar um trêm até a Barra Funda, depois um metrô até Santa Cruz, um ônibus e andar três quarteirões.
Nessas idas e vindas diárias o menino reparou que na estação Santa Cruz do metrô circulavam muitos deficiêntes auditivos e que esses sentiam grande dificuldade em pedir informações aos funcionários do metrô pois os metroviários não conseguiam se comunicar com os deficiêntes.
O garoto levou esse problema para dentro da escola que acabou virando tema de um trabalho. O trabalho que divulgava a necessidade da inclusão social foi encaminhado para o Parlamento Jovem e será apresentado na câmara dos vereadores da cidade de São Paulo. O objetivo é que da manifestação desse garoto saia um projeto de lei solicitando que os metroviários tenham aulas de Libras (Linguagem Brasileira de Sinais) e assim possam dar melhor assistência para os deficiêntes auditivos que utilizam o metrô todos os dias.
Olhem só que exemplo legal de cidadão consciente. Além de mostrar toda sua força de vontade em buscar melhores oportunidades para si o garoto ainda se preocupou com uma causa muitas vezes ignorada e ele conseguiu fazer a diferênça, mesmo que ainda pequena mas quem sabe amanhã bem mais significativa.
Espero de coração que esse projeto seja aprovado!
Infelizmente não encontrei nada que falasse sobre essa reportagem no site da CBN, senão colocaria o link aqui para vocês.
Sem dúvida um belo exemplo de cidadania!

4 comentários:

deni disse...

Pra começar, como é teu nome? :P

Amiga, o título do texto não poderia ser outro.

deni disse...

Eu baixei, mas tô num imparce! Eu já havia ouvido essa música lá, quase na integra. Será se aquele solo é dela? Hum... Amanhã vou prestar atenção e ouvir a musica que eu baixei :]
Eu nunca assisti o homem de ferro, acredita? :P

Me adiciona, linda...
Tô precisando de pessoas legais como vc pra conversar e vc sempre me põe pra cima com os comentários: gerdeniacampelo@hotmail.com
sigilo absoluto ou seu dinheiro de volta ;)

Zíngara disse...

Notícias assim me enchem de esperança.

Muito, muito inspirador!

Beijos,
Zíngara

Ritoca disse...

Oi!

Ótima notícia. É raro a gente poder ler algo bom no jornal hoje.

Um ótimo finde para vc.