quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Vai um chiclete aí?

Sou neurótica assumida, moooorro de medo de estar fedida! Gente como isso me preocupa!

Vivo com um vidrinho de perfume, um desodorante roll-on e um pacotinho de chiclete na bolsa. Com a graça de Deus nunca ninguém reclamou mas mesmo assim tenho medo pois eu odeeeeio gente fedida, principalmente com mau hálito.
Nossa!
Tem uma pessoa com quem eu convivo que tem um mau hálito insuportável. O problema da pessoa é a falta de cuidados com a higiêne bucal. Nem preciso dizer que é algo repugnante mas infelizmente não tenho coragem de falar declaradamente sobre o problema.
Quando tenho que ficar conversando de perto com ela procuro focar minha atenção em qualquer outro ponto menos nos dentes da pessoa e tenho que ficar sincronizando minha respiração para não sentir o cheiro. Se não fizer assim serei obrigada a me retirar!
Cheiro de suor também é o ó! Dependendo da graduação do fedor chego a ficar com ânsia e na frente da pessoa mesmo pois não consigo me controlar.
Ai outro dia fui obrigada a ler uma reportagem onde o ator global Cauã Reymonds disse que dispensa o uso de desodorante pois gosta do cheiro natural do seu corpo. A tal da Grazi Massafera deve sofrer de algum disturbio olfativo pois não há beleza que justifique conviver com fedores, e olha que esse cara nem é tããão bonito assim!
Que situção, affe!

2 comentários:

Alline disse...

Isso me lembra um causo do fim do ano passado. Eu estava no elevador com uma colega quando um cara muito bonitinho e bem vestido entrou. O único "probleminha" era que ele fedia a molho de cachorro-quente!!! Nós duas paramos de falar imediatamente e eu tranquei a respiração até ele sair. O homem foi e catinga ficou. Acredita?
Eu sei que esses lances de cheiros demasiado podres nem sempre são falta de higiene, mas a pessoa tem que procurar solução. É impossível que não tenha alguém próximo que dê um toque.
Ah, eu também sou assim, quando não tenho intimidade com a pessoa fico com vergonha de falar. Vamos combinar que é um assunto um tanto chato.
Ai, já falei pelos cotovelos. rsrs
Beeeeeeeeeeeeijo pra ti, mulher!!!!!

Carla M disse...

Ai, Pepper... Que situação!!! Também não tenho coragem de falar abertamente para a pessoa, mas já tive que oferecer um Hall´s preto para uma menina que trabalhava comigo... Ainda bem que ela aceitou... Hahaha...
Bjôoooo